Publicações

LER E CONTAR HISTÓRIAS: DAS EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS ÀS VIVÊNCIAS PEDAGÓGICAS 

 Quando no jogo de olhares ocorre o mergulho na história, na busca da compreensão leitora, sela-se a intimidade com a texto encenado, em que o narrador e ouvinte emergem conectados pela história. A narrativa permite o encontro de pessoas, isso porque nos põe em direção ao outro, move-se contornada pela afetividade. Porque a narração e a contação de histórias torna-se uma corporificação do texto, quando em junção ao olhar, aos gestos, à entonação da voz, ao apossar-se do corpo narrativo e dos sentidos, ganha a expressividade nas palavras.

Em breve disponível

Os encantadores de histórias: sobre práticas orais, memórias e arte narrativa 

A arte de contar é a arte de contar de novo, esperamos que na edição desta obra possamos recontar nossas experiências, redescobrindo nelas, histórias ancestrais e quiçá futuras, não apenas em função das novas mídias e suportes, mas, talvez, pelo nosso inacabamento como sujeitos de nossa narrativa e pelo que nos afirma em nossa humanidade, a saber, nosso desejo de encontrar formas de nos dizer e de preservar o diálogo entre a tradição e a inovação.

Em breve disponível

LEITURA, ESCRITA E ALFABETIZAÇÃO: a pluralidade das práticas

Tomando como referência a centralidade das discussões sobre o trabalho docente e as práticas escolares, este livro assume por objetivo aproximar diferentes textos produzidos por pesquisadores de campos ligados à leitura, escrita e alfabetização, a partir de uma reflexão temática que tecerá uma rede de diálogos em que se procura destacar ideias constituídas a partir de perspectivas teóricas que orientam uma reflexão sobre o cotidiano das práticas escolares relacionadas às questões da escrita e da leitura, considerando a pluralidade e a complexidade destes campos.

Acesse o livro na íntegra

A obra convida à reflexão crítica e à dialogicidade do fazer docente, num mergulho entre os meandros do contexto das práticas de leitura e escrita, o que exige definição, segundo Freire (1996), posicionamento, decisão, rupturas, escolhas, autonomia e autenticidade – como aliás exige o próprio exercício da docência e da cidadania…

 

Referência:

GOULART, Ilsa do Carmo Vieira; MAZIERO,  Maria das Dores Soares; CARVALHO, Silvia Aparecida Santos de (Org). Leitura, escrita e alfabetização: a pluralidade das práticas. –Campinas, SP: Edições Leitura Crítica, 2017. 177 p. ISBN: 978-85-64440-48-7